Fisioterapia

FISIOTERAPIA

     A fisioterapia trata e previne doenças e lesões, empregando técnicas como exercícios e massoterapia (massagem). Este profissional diagnostica e trata problemas causados por alterações genéticas, doenças adquiridas, acidentes ou vícios de postura. Aplica terapias que têm a finalidade de restaurar, desenvolver e manter a capacidade física e funcional do paciente. Também faz tratamentos à base de água, calor, frio e aparelhos específicos.

ESPECIALIDADES

 FISIOTERAPIA TRAUMATO-ORTOPÉDICA
 

   Tem por objetivo, restabelecer a função do sistema muscular e esquelético, desde a força, amplitude de movimento, gesto funcional e esportivo, equilíbrio, coordenação até a propriocepção - capacidade em reconhecer a localização espacial do corpo. 

   A traumato-ortopedia é indicado para pacientes em casos de fraturas, entorses (estiramento ou rompimento dos ligamentos), luxações, tendinites, bursites, artrose, artrite, dor na coluna, contraturas, distensões, situações de pré e pós-cirúrgico, sessões do esporte, entre outros.

FISIOTERAPEUTAS RESPONSÁVEIS: Almerinda DiasAndré Torres D'Stásio, Carla Danielle, Roberta Valim e Talita Monteiro.

 FISIOTERAPIA NEUROLÓGICA

  Também chamada de fisioterapia neurofuncional, a fisioterapia neurológica tem por finalidade tratar e diminuir sintomas relacionados às alterações neurológicas, que podem incluir, ou não, problemas motores. Trabalha, em linhas gerais, na restauração da coordenação motora, do equilíbrio, da força e dos movimentos.

 

 Atende pacientes com alterações neurológicas decorrentes de doenças como: Acidente Vascular Encefálico (AVE); Autismo; Esclerose Múltipla; Distrofia Muscular de Duchenne; Mal de Alzheimer; Mal de Parkinson; Microcefalia; Paralisia Cerebral (PC); Paralisia Facial; Síndrome de Down; Traumatismos Cranianos (TCE); Traumas Raquimedulares (TRM) - lesão de qualquer causa externa na coluna vertebral -; Síndrome de Guillain-Barré; dentre outras.

FISIOTERAPEUTAS RESPONSÁVEIS: Almerinda DiasAndré Torres D'Stásio, Carla Danielle, Roberta Valim e Talita Monteiro.

 
 
camento festa-54.jpg

 FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA

   Visa, por meio de exercícios respiratórios específicos, a prevenção e o tratamento de praticamente todas as doenças que atingem o sistema respiratório como a asma, bronquite, insuficiência respiratória e tuberculose.

FISIOTERAPEUTA RESPONSÁVEL: Almerinda DiasAndré Torres D'Stásio, Carla Danielle, Roberta Valim e Talita Monteiro.

 OSTEOPATIA

   A osteopatia é um método que age como meio de diagnóstico e tratamento, que utiliza recursos manuais (ou seja, utilizando as mãos como instrumento de trabalho) para uma abordagem terapêutica do corpo e suas dores. A filosofia da osteopatia está fundamentada em um conhecimento profundo de anatomia e fisiologia humana. O tratamento através dela permite o reequilíbrio das funções do organismo e do funcionamento do corpo.

FISIOTERAPEUTA RESPONSÁVEL: João Paulo Gioseffi

REABILITAÇÃO LABIRÍNTICA OU VESTIBULAR

A reabilitação labiríntica ou vestibular é um tratamento que tem como objetivo reduzir os sintomas de desequilíbrio e tontura, por meio de exercícios específicos. Tem sido considerada uma modalidade de tratamento não invasiva e segura para pacientes com desequilíbrio crônico de causas variadas.

FISIOTERAPEUTA RESPONSÁVEL: Luciana Cardoso

 
 
 
FISIOTERAPIA PÉLVICA
 

      É uma especialidade da fisioterapia responsável por fortalecer o assoalho pélvico -  é uma rede de músculos, ligamentos e tecidos que funcionam como a sustentação para os órgãos da pelve: o útero, a vagina, a bexiga, a uretra e o reto -, evitando problemas causados pela perda de força naquela região, como a incontinência urinária. 

 

    As principais disfunções que podem ser causadas quando a musculatura está enfraquecida ou lesionada são:

 

INCONTINÊNCIA FECAL: é a incapacidade de controlar a eliminação de fezes.
PROLAPSOS DE ÓRGÃOS: é a exteriorização de órgãos.

DISFUNÇÃO SEXUAL: podem acontecer em ambos os sexos. 

GESTAÇÃO E PARTO: durante a gravidez, os músculos do assoalho pélvico sofrem uma maior pressão porque sustentam, além dos órgãos pélvicos, o bebê e os anexos embrionários.

FISIOTERAPEUTAS RESPONSÁVEIS: Iane Tavares e Luíza Ferraz. 

HIDROTERAPIA

       É uma atividade terapêutica que consiste na realização de exercícios dentro de uma piscina com água aquecida, em torno de 34ºC. Essa atividade utiliza os efeitos terapêuticos que a água oferece para proporcionar ao paciente melhores condições para a realização dos movimentos que até então poderiam ser impossíveis de se realizar em solo.

 

     Muito utilizada na terceira idade, a hidroterapia pode ajudar em diversos tratamentos, como:


- Artrite, artrose ou reumatismo;

- Problemas ortopédicos, como fraturas ou hérnias discais;

- Lesões musculares;
- Dores articulares;
- Inchaço nas pernas;
- Dificuldade respiratória;
- Problemas neurológicos.

PROFISSIONAL RESPONSÁVEL: Carla Danielle e Magno Ribeiro.

Hidroterapia
 
 

Siga a gente:

  • White Facebook Icon
  • YouTube - Círculo Branco
  • LOGO INSTAGRAM SEM FUNDO

© 2020 criado por AAP-VR.